Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Concurso de monografia valoriza a Defesa Nacional
Início do conteúdo da página

Concurso de monografia valoriza a Defesa Nacional

Publicado: Quarta, 09 de Dezembro de 2015, 17h53

Brasília, 9/12/2015 – “O Brasil tem na sua agenda de Defesa, não uma escolha, não uma opção de política pública, que pode ser substituída por qualquer outra, a agenda de Defesa de um País, é uma agenda incontornável que se confunde com o seu próprio destino ou com a sua própria existência”, afirmou o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, na tarde desta quarta-feira (9), durante cerimônia de premiação do II Concurso de Monografia sobre Defesa Nacional (CMDN).

Foto: Gilberto Alves/MD
Os seis primeiros colocados foram premiados com valores que variam de R$ 2 mil a R$ 10 mil e, o sétimo e o oitavo lugares receberam menção honrosa.
Os seis primeiros colocados foram premiados com valores que variam de R$ 2 mil a R$ 10 mil e, o sétimo e o oitavo lugares receberam menção honrosa.

O objetivo do concurso é estimular estudantes de graduação a desenvolverem trabalhos relacionados à Defesa Nacional, ampliando a produção científica sobre a área e contribuindo para a consolidação do pensamento nacional sobre o tema.

Foto: Gilberto Alves/MD
Ministro Aldo Rebelo em discurso durante a cerimônia de premiação
Ministro Aldo Rebelo em discurso durante a cerimônia de premiação
Ao parabenizar os oito vencedores, o ministro Aldo Rebelo afirmou que estimular o pensamento de Defesa não é uma atividade subsidiária. “É um desafio essencial para a política de Defesa formar pesquisadores, formar a inteligência de Defesa nas universidades brasileiras. Por essa razão, este concurso é muito importante”, disse.

Os seis primeiros colocados foram premiados com valores que variam de R$ 2 mil a R$ 10 mil e, o sétimo e o oitavo lugares receberam menção honrosa. Durante o evento, os vencedores receberam o certificado e a placa em reconhecimento pela participação no concurso.


“Me senti muito feliz e honrada de ser a primeira colocada no II Concurso de Monografia Sobre Defesa Nacional. É muito importante participar, pois acredito que o concurso esteja estimulando e servindo para a difusão da produção acadêmica sobre o tema, além de contribuir para consolidação do pensamento de defesa no país” destacou, Giovanna Marques Kuele, durante discurso em que representou os premiados.

O concurso

A II edição do concurso contou com 42 trabalhos inscritos de estudantes de instituições de ensino superior de todo o país. Criado em 2012, como atividade regular e bianual do Ministério, o concurso é realizado nacionalmente e destinado a ex-alunos e alunos matriculados em cursos de graduação reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC). Foram inscritos trabalhos da área de Ciências Humanas, Sociais Aplicadas e afins.

Os quatro primeiros colocados

Foto: Gilberto Alves/MD
Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, entrega para Giovanna Marques Kuele a placa e o certificado de participação no II CMDN
Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, entrega para Giovanna Marques Kuele a placa e o certificado de participação no II CMDN
“Atividade de Inteligência em Operações de Paz da ONU: rumo à institucionalização?” foi o tema de Giovanna. Ela fez o trabalho quando era estudante de Relações Internacionais na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente, ela faz mestrado em Estudos Estratégicos Internacionais também na UFRGS. Ela ressaltou o crescimento da participação de mulheres nessa segunda edição. Das oito monografias premiadas, cinco são de autoras mulheres. Clique e leia entrevista com Giovanna Kuele.

“Foi uma grata surpresa a colocação no Concurso. Ao se tratar do mais renomado concurso de monografias sobre o tema no país, sei que concorri com os melhores trabalhos apresentadas nos últimos anos” destacou o segundo colocado no concurso de monografias, Giovanni Roriz Lyra Hillebrand. Leia a entrevista.

Graduados em Relações Internacionais Fabrício Freitas Barbosa Rezende de Melo e Valéria de Moura Sousa foram o terceiro e o quarto colocados, respectivamente, no II CDMDN. Para Fabrício, o concurso “permite ao aluno divulgar seus achados científicos, participar e influenciar o debate em um ambiente de democracia participativa, sobre temas que interferem diretamente na sociedade brasileira”. Leia entrevista. Valéria surpreendeu-se com a evolução do processo de construção de confiança entre Brasil e Argentina, durante sua pesquisa. Clique e leia entrevista com a premiada.

Confira, abaixo, quem são os vencedores do II Concurso de Monografias sobre Defesa Nacional:


Por Débora Sampaio

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071




registrado em:
Fim do conteúdo da página