Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > AMAN realiza cerimônia de formatura para 443 novos aspirantes
Início do conteúdo da página

AMAN realiza cerimônia de formatura para 443 novos aspirantes

Publicado: Sábado, 28 de Novembro de 2015, 19h27

Resende (RJ), 28/11/2015 - A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) realizou sábado (28) a cerimônia de Declaração de Aspirantes a Oficial da Turma Plínio Pitaluga. A academia, em Resende (RJ), é a única formadora de oficiais de carreira das Armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações, do Quadro de Material Bélico e do Serviço de Intendência do Exército Brasileiro.

Foto: Gilberto Alves / MD
A solenidade é uma das mais importantes da AMAN e representa o cumprimento da missão de formar o oficial de carreira
A solenidade é uma das mais importantes da AMAN e representa o cumprimento da missão de formar o oficial de carreira

“Mais do que uma profissão, é um sacerdócio”, foi assim que o aspirante 01 - o cadete que ficou em primeiro lugar na classificação final da turma - definiu a sua escolha. Antônio Cavani Vasconcelos de Oliveira é pernambucano, tem 23 anos e segue agora para o 4º Batalhão de Infantaria de Selva, em Rio Branco (AC).

“É um momento único, que eu nunca vou esquecer. Passa um filme na nossa cabeça, a gente lembra de tudo que passou aqui, do nosso esforço, do esforço da nossa família” disse o aspirante, após receber a espada das mãos de seus pais e do ministro da Defesa, Aldo Rebelo. Antônia Sueli, mãe de Antônio, falou da emoção do momento. “É um menino extraordinário, só tenho orgulho dele. Desde criança dizia que ia ser militar, que ia ser general”, contou ela.

Foto: Gilberto Alves / MD
Concluíram o curso 443 cadetes
Concluíram o curso 443 cadetes

A solenidade é uma das mais importantes da AMAN e representa o cumprimento da missão de formar o oficial de carreira combatente, futuro líder do Exército brasileiro. O ministro da Defesa, Aldo Rebelo; os comandantes da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira; do Exército, general Eduardo Villas-Bôas; da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato e chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos de Nardi,  participaram da solenidade.

Aldo Rebelo lembrou a importância histórica da AMAN: “A Academia Militar dos Agulhas Negras é herdeira é continuadora das grandes tradições do Exército brasileiro. É a academia que traz na sua memória os heróis da nossa Pátria, os construtores da história militar do Brasil, os que honraram o Brasil nos campos dos Guararapes, na Guerra do Paraguai, na Segunda Grande Guerra Mundial”. 

Foto: Gilberto Alves / MD
Ministro Aldo valoriza aspirantes a oficial na Academia Militar das Agulhas Negras
Ministro Aldo valoriza aspirantes a oficial na Academia Militar das Agulhas Negras

No momento da entrega das espadas, o Pátio Tenente Moura foi lotado por pais, filhos, namoradas e amigos. Muitas fotos, lágrimas e abraços foram registrados. Foi o encerramento de uma importante etapa na vida do aspirante e o início de uma nova missão, como disse o comandante da Academia, general de Brigada André Luis Novaes Miranda. “O objetivo ora conquistado é o resultado do árduo trabalho e da obstinação que você se impôs nesses quatro anos consagrados à busca de um ideal. Essa etapa vencida, contudo, não significa o cumprimento da missão, mas o ponto de partida” ressaltou em seu discurso aos concludentes. 

Memória, comprometimento, continuidade e valores 

Foto: Gilberto Alves / MD
O chefe do Comando do Exército, general Villas-Bôas, destacou o compromisso com a Força: “Aqui foram incutidos os comprometimentos essenciais, comprometimento com seus companheiros, doravante uma grande família; comprometimento para com o Exército, que os abrigará ao longo de toda a existência e, sobretudo, com os valores que caracterizam a instituição militar”. 

 Em sua saudação aos aspirantes, o ministro Aldo Rebelo lembrou a herança histórica que eles agora levam: "Os senhores assumem a honra e a responsabilidade de dar continuidade aos heróis de Tuiuti, de Itororó e de tantas outras batalhas heroicas, quando o Brasil defendeu a sua independência e a sua soberania”.

Também participaram da cerimônia o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ); deputado estadual Eduardo Bolsonaro (PSC-SP); arcebispo do Ordinariado Militar do Brasil, Dom Fernando Guimarães; oficiais generais, adidos militares e autoridades locais. 

 Cadetes concludentes

Do total de 443 cadetes concludentes, 142 optaram pelo curso de Infantaria. 63 de Cavalaria, 66 de Artilharia, 48 de Engenharia, 65 de Intendência, 24 de Comunicações e 35 de Material Bélico.

 

 

 

Por Adriana Fortes
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071

Fim do conteúdo da página