Acessibilidade Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Operações Conjuntas do Ministério da Defesa tem novo chefe
Início do conteúdo da página

Operações Conjuntas do Ministério da Defesa tem novo chefe

Publicado: Quarta, 12 de Abril de 2017, 09h15

Brasília, 12/04/2017 - A passagem de cargo da Chefia de Operações Conjuntas (CHOC) do Ministério da Defesa (MD) ocorreu, nesta terça-feira (11), com a participação do ministro da Defesa, Raul Jungmann . O general Claudio Coscia Moura passou a função ao general César Augusto Nardi de Souza.

Em suas palavras de despedida, o general Moura falou sobre a experiência vivida no Ministério, embora num curto período de 6 meses e 20 dias. Destacou a importância do conceito de interoperalidade e agradeceu a todos pelo êxito da missão na CHOC. Referiu-se também à confiança demonstrada pelo ministro Jungmann, que permitiu condições favoráveis para o desenvolvimento de um ambiente de trabalho adequado às suas tarefas. O general Moura estará assumindo a chefia do Departamento de Engenharia de Construção (DEC) do Exército.

Fotos: Tereza Sobreira/MD

O chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), almirante Ademir Sobrinho, leu a referência elogiosa ao general Moura. Reconheceu o trabalho realizado em inúmeras atividades desenvolvidas em sua chefia, nas áreas de inteligência operacional e estratégica; no emprego conjunto das Forças Armadas em missões de Paz, em ações de ajuda humanitária e de defesa civil. Como ponto marcante das realizações do general Moura, citou as ações coordenadas para as atividades em Garantia da Lei e da Ordem (GLO), nas operações Potiguar I e II, Pernambuco, Capixaba e Carioca; e Varreduras em presídios.

O general César Augusto Nardi de Souza, novo chefe da CHOC, é oriundo do Comando de Operações Terrestres (COTER) e assume cargo no Ministério da Defesa pela segunda vez. Entre as funções que assumiu em sua carreira, como oficial general, destacam-se: comandante da Brigada de Operações Especiais; primeiro-subchefe do Comando de Operações Terrestres; subchefe de política e estratégia da Chefia de Assuntos Estratégicos e subchefe de Operações da Chefia de Operações do EMCFA, do MD; e subcomandante de Operações Terrestres. Possui mais de 44 anos de serviço.

Participaram da cerimônia o secretário geral do MD, general Joaquim Silva e Luna; o chefe do Estado-Maior do Exército, general Fernando Azevedo e Silva; o secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto, brigadeiro Eduardo Machado Viera; o chefe de Logística, almirante Leonardo Puntel; o secretário de Produtos de Defesa, Flávio Augusto Correia Basílio; o diretor geral do  Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia, Rogério Guedes Soares.

Estiveram presentes ainda ministros do Superior Tribunal Militar, integrantes do almirantado, do alto Comando do Exército, do alto Comando da Aeronáutica e outras autoridades ligadas ao MD.

A cerimônia encerrou-se com a assinatura do termo de posse.

Chefia de Operações Conjuntas

A Chefia de Operações Conjuntas (CHOC) é o órgão interno do Ministério da Defesa que presta assessoria ao EMCFA, por meio da coordenação de diretrizes de planejamento, execução e acompanhamento de temas voltados ao preparo e emprego conjunto das Forças Armadas, inclusive em operações de paz.

Por intermédio da CHOC, efetivos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica atuam de forma integrada em operações militares de grande porte, na junção de esforços em torno de estratégias e objetivos, orientados pela Doutrina de Operações Conjuntas.

Por major Sylvia Martins

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071

Fim do conteúdo da página